3 de jul. de 2020

Como é ser filho de Xangô?

Primeiramente é uma honra, mas demanda responsabilidade. Muita! Já falamos de como os filhos dele são cheios de regras, mas essas regras não funcionam só para os outros, mas para eles também.

Quer ver a vida do filho(a) deste Orixá começar a desandar? Essa pessoa começar a agir desonestamente, contra seus princípios e contra sua essência. Quando as decisões que faz começam a não corresponder com a justiça, você sente! Pesa! Chega a quase doer.

Os filhos de Xangô sentem a verdade de forma diferente dos demais. Eles tem esse compromisso energético com ela e por isso sua energia negativa toda vez que possa criar uma situação que não seja justa!

“Ah, então Xangô pune?!” Não. Essas pessoas estão energeticamente ligadas a força da justiça divina, logo tem em seu espírito atributos dessa justiça que tem seus ônus e seus bônus, como todos os demais Orixás.

Quando agem em favor dessa energia que os guia o sucesso e a prosperidade vem muito rápido. E além disso o pai sempre lhes mostra que algo está errado. Xangô sempre aparecerá de alguma maneira para te dizer que esse caminho é cilada, Bino!

Ser filho de Xangô é ser vaidoso. Não to falando do abebe a cantarolar como Oxum, mas de ter gosto por uma boa roupa, uma boa comida, um bom perfume, são pessoas alinhadas e elegantes. Podem ter pouco, mas o pouco que tem sabem usar.

Ser filho dele também é estar energeticamente ligado ao discurso. São pessoas que sabem dialogar muito bem, e sentem as palavras. Pra um filho desse Orixá um tapa na cara é menos ofensivo que uma palavra malcriada. ODEIAM falta de educação e repudiam pessoa descontroladas e espaçosas.

Querem a parte II de como ser um filho do rei? Se sim, comenta KAO KABIECILÉ nos comentários que postamos a forma de amar desses meninos e meninas, tutu pom!


banner-redes-sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário