6 de mai. de 2020

Senti falta...



Não que antes eu não tivesse sentido saudade, mas hoje a falta bateu diferente. Bateu forte, dura. Paralisante.

Senti falta de Exu dançando no barracão, do seu brado e da energia de movimento que Ele era capaz de trazer. Senti falta da força de Ogum no ato de guerra e da sua fibra e coragem de transformar os filhos em leões. Senti falta de Oxossi, dançando na cadência do seu aguerê, de forma plácida e majestosa. Da leveza e jovialidade do santo menino que velho respeita. Senti falta do opanijé e do Senhor da terra, silenciosamente, espalhando sua palha e sua cura. De Ossaim soprando suas ervas e nos abençoando com seu peregum.

Senti falta da doçura de Oxum dançando e embalando os filhos na calmaria que só a água doce é capaz de trazer. De Oya soprando bons ventos e espantando as negatividades. Senti falta da parcimônia de Yemanjá, que enquanto dançava, também rezava e cuidava das nossas cabeças. Senti falta de Xangô, da sua energia vívida e contagiante que nos fazia sentir vivos e capazes. Senti falta do alá de Oxalá, da sua paz e temperança sobre todos os filhos.

Senti falta... dos abraços, dos colos, do som dos atabaques, do adjá, do xêre, dos afetos e das carícias. Senti falta dos nossos deuses que dançam. Senti falta de me sentir ainda mais vivo pisando e batendo cabeça no solo sagrado dos nossos orixás.
Mas apesar da falta, senti coragem de seguir viagem e permanecer de pé. Senti a responsabilidade de continuar obedecendo as leis dos homens para que breve, muito em breve, nossos deuses possam continuar dançando, nos abraçando e nos abençoando. Afinal de contas, não é à toa que carregamos essas marcas que nos fazem continuar tendo esperança em dias melhores.

Vai passar, meus irmãos, vai passar. Preservemos nosso corpo, o mesmo que é templo sagrado e morada dos nossos orixás. E levemos o aprendizado, ensinamento e senso de comunidade, que só o Candomblé é capaz de nos ensinar. Que não percamos a fé na vida e a generosidade de continuar amando e se importando, sobretudo com o próximo.
Axé.


Por: @fbsoares7
Fonte: Puro Axé

banner-redes-sociais

Nenhum comentário:

Postar um comentário