15 de abr. de 2020

Bons pensamentos...

 
A mente dispara o gatilho e o seu conteúdo vibratório, quando negativo, com emoções de ressentimento ou de raiva, de inveja, de ciúme ou anseio de vingança, desarmonizará o sistema imunológico, eliminando as substâncias que lhe são próprias, permitindo a instalação de doenças.

Igualmente, as disposições otimistas e afetuosas produzem energias refazentes, que recuperam os desarranjos momentâneos dos complexos órgãos que constituem o corpo humano.

Quando o indivíduo tem a propensão para o pessimismo, o ressentimento, o desamor, cargas nocivas são elaboradas e atiradas nos mecanismos encarregados de preservar-lhe a organização física, produzindo-lhe inúmeros males.

Toda doença é sinal de que algo não está bem no paciente, que deve procurar o desencadeador moral da problemática. É um sinal, um aviso claro.

De nada adianta nos encharcarmos de medicamentos sem procurar solucionar a causa real de cada desequilíbrio físico.

Desde as seguidas dores de cabeça, os problemas gastrointestinais recorrentes, passando pelos problemas de pressão sanguínea, até as doenças cardíacas, cânceres, todos têm sua causa, inicialmente, na esfera do nosso pensamento.

Não somos simples vítimas indefesas das enfermidades que nos alcançam.

E será somente através da mudança de postura mental que poderemos estabelecer o processo da autocura, isto é, o refazimento do equilíbrio moral, que naturalmente causará o reequilíbrio físico.

Renovação, substituição são palavras chave.

Renovação de atitudes, de postura; substituição dos pensamentos nocivos pelos pensamentos edificantes, de concórdia e compreensão.

Pensemos nisso. Pensemos melhor e cuidemos do nosso pensar.

Nosso pensamento é força poderosa que aguarda direcionamento.

Cuidemos do nosso pensamento e não nos permitamos as tantas doenças que infelicitam o corpo físico.
 

Por: Momento Espírita
Fonte: GUMO

**Conheçam nossas redes sociais**

Nenhum comentário:

Postar um comentário