8 de abr. de 2020

A doença nos ensina


É a doença que nos ensina que saúde é um bem precioso!

A doença pede respeito, cuidado, proteção. A doença é um alerta, nos ensina o valor da vida, o valor do cuidado com a saúde, o valor do ser-humano, do criador e dos orixás que nos habitam. Afinal, de que vale todo dinheiro do mundo se não temos saúde para usufruir? Nossa sociedade está doente e adoece porque se esqueceu do valor da vida coletiva. São tempos de sofrimento e dor, mas também de transformação e conversão.

Esse momento veio nos lembrar da nossa FRAGILIDADE. O rastro de medo e de paralisação social que esse vírus nos impõe é um duro golpe contra a ditadura do narcisismo humano. Diante de uma ameaça invisível e traiçoeira, que pode levar de nossa presença tantos entes queridos, fica na boca o amargo sabor da impotência. Percebemos como verdadeiramente somos: finitos e pequenos. Em segundo lugar, para além de nossa fragilidade, a pandemia que vivemos nos recorda nossa DEPENDÊNCIA. Somos seres mutuamente dependentes. Ninguém pode cuidar-se sozinho em uma UTI, por exemplo, sempre se depende de outros, de muitos, de todos. Somos seres criados para a solidariedade, para a conexão e para o afeto.

O confronto com o sofrimento nos convida, também, a um itinerário interior em busca de iluminação, através de oração e meditação, formas de diálogo com o Divino. Trata-se de um convite Universal. Nessa perspectiva, abrem-se caminhos da espiritualidade que devem nos conduzir para fora de nós, para a transcendência e o encontro com Deus. Desse encontro brota a esperança que nos conduz para além da materialidade e nos dirige rumo ao infinito. Ao abraçar o divino, o homem tem a oportunidade de alimentar-se de uma vida que não cessa, que pulsa e encoraja.

Alguns dizem que o mundo não será o mesmo depois da Covid-19, esperamos que estejam certos. Esperamos que a saudade dos abraços nos torne mais afetuosos, que a saudade dos templos fortaleça nossa fé, que a saudade de nossos avós nos faça amá-los e visitá-los mais e que a visão de nossa pequenez nos permita olhar mais para o alto! Se cuide, fique em casa. Tudo isso vai passar!


**Conheçam nossas redes sociais**

Nenhum comentário:

Postar um comentário