18 de mar. de 2020

Aos médiuns que estarão em recesso durante a pandemia coronavírus




O fato de centros umbandistas e espíritas suspenderem os trabalhos presenciais à assistência, reforça o dever da vigília interna, intensa, de cada médium, que deve ser canal de luz à toda hora e em especial no recesso de seu lar, quando em isolamento social imposto. 
Nesse momento, mais do que nunca, somos todos filhos de Deus e precisamos urgentemente nos conectarmos com a Graça Divina que flui sempre do Alto e serenar nossas mentes quanto aos medos. Vamos mudar as vibrações negativas que pairam através dos meios de comunicação. Podemos e devemos ser mais fortes que o pânico coletivo vigente e nesta hora que “provamos” que somos verdadeiros soldados de Oxalá na frente da batalha. Todos os dias concentremo-nos em nossos congás e vibremos, em prece, positivamente. 
Nada acontece por acaso e esta onda pandêmica tem um fator educativo das consciências, que está obrigando a humanidade a diminuir o seu ritmo e a refletir sobre suas ações equivocadas. Tenhamos fé e continuemos sendo instrumentos da Luz. Confiemos que nada fere a alma, nem fogo, nem espada. Façamos a parte que nos cabe conforme orientação dos órgãos de saúde, mas sem nos deixarmos envolver pela “pandemia psicológica midiática” que está “matando” muitos por antecipação e negatividade psíquica, gerando extrema ansiedade, síndrome de pânico e depressão, o que abre a sintonia com o Astral Inferior. 
Não nos contaminemos com as vibrações externas e mantenhamos diariamente a prática espiritual reforçada dentro da nossa fé, não perdendo a sintonia superior.
Axé, Saravá, Namastê!

Por: Norberto Peixoto

Nenhum comentário:

Postar um comentário