10 de jan. de 2020

O silêncio das entidades




Não fique frustrado se você não escutou o que gostaria do guia. Antes de julgar aquele médium como menos qualificado, olhe para seu interior. No silêncio, reside mais sabedoria do que você pode acreditar. A espiritualidade sabe o que você precisa a cada momento.

As entidades não possuem a obrigação de dizer toda a sua vida. Este não é o objetivo do atendimento. Pare de por os guias à prova e tenha mais fé. E se a única resposta que você recebeu é o silêncio, aceite. Tudo apresenta uma razão de ser.

Durante a consulta, muitas energias são trabalhadas. Não precisamos de respostas para tudo. Este é um dos significados da fé.

Não vá ao terreiro esperando ouvir apenas palavras bonitas para agradar o ego. Ali não é um estabelecimento comercial em que o consulente sempre possui razão. Você pode escutar o que não deseja, mas entenda que é para o seu bem e este assunto em particular exige sua atenção. Não é um toque de mágica que resolverá todos os seus problema. Para que o seus caminhos se abram, é preciso dedicação e compromisso com sua própria evolução.

Quando você conversar com guia da Umbanda, porte-se com humildade. Se você não recebeu a resposta que gostaria no momento, não reclame, não desconfie, não pense negativo. Apenas agradeça. O entendimento vem na hora certa. Abra seu coração à espiritualidade e confie nela. Os guias sabem o que fazem.


Nenhum comentário:

Postar um comentário