5 de ago. de 2019

A magia é mental



PERGUNTA: - Pedimos que nos fale algo mais sobre sua assertiva de que "toda magia é mental".

BABAJIANANDA:
- Toda magia passa pela mente. Mente capaz significa pensamento concentrado e firme. Antes de qualquer técnica ou ritual, é importante o candidato a mago avaliar se o que deseja realizar trará benefícios para os que estão a sua volta. Deve haver harmonia com as leis cósmicas, de justiça e equilíbrio universal. Que fique claro: na magia, todo ato de vontade para prejudicar alguém estará precipitando um retorno na mesma escala, em maior ou menor tempo. Como as folhas de uma árvore que se alimentam do mesmo tronco, o que se faz de mal ao irmão ao lado contraria a unidade cósmica e resulta num justo e necessário ajuste. Com essa consciência, os magos brancos sempre afirmam mentalmente antes dos trabalhos magísticos: "Para os outros e para mim". Então, as leis do Universo se colocam a seu favor e ele se torna um verdadeiro agente de transformação para o bem. 

O praticante de magia deve ser possuidor de uma vontade férrea, indomável quanto ao ideal que abraçou. 

A firmeza de propósito pede flexibilidade e constantes adaptações, sem perda da meta traçada. Essa é a essência da magia mental. Os que têm o conhecimento de que a magia é mental, devem se resguardar de palavras chulas e da maledicência. É pelo som que se invocam as forças da natureza; pelo seu poder há uma alteração de frequência dos pensamentos, que penetram agudamente nas dimensões espirituais, atraindo os que vêm em auxílio. Não se deve conspurcar o templo mental com palavras de baixas vibrações.


Por: Ramatís e Babajiananda (Norberto Peixoto) - Vozes de Aruanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário