23 de jul de 2019

Pretos velhos na Umbanda




Os Pretos Velhos representam a humildade, a superação, o amor incondicional, a caridade desinteressada e repudiam qualquer forma de promoção e cobrança. Apesar de toda a história de dor, injustiça e sofrimento enfrentado pelos negros no Brasil, desencarnaram e alcançaram a evolução. Foram acolhidos por Zambi e Oxalá na Aruanda e hoje em dia baixam em nossos terreiros, trazendo a paz, a sabedoria e, principalmente, ensinando-nos a importância do amor ao próximo, da humildade e da caridade. 

Devemos aos pretos velhos todos os conhecimentos dos Orixás, pois o culto à Eles nasceu no continente africano. 

Os pretos velhos atuam no campo da cura, aliviando, com receitas simples e humildes, as dores dos enfermos que batem em nossas portas. 

Nossos vovôs e vovós também são “mandingueiros”. Desmancham qualquer magia feita, tiram de cima do obsediado todas as cargas negativas e “maus olhados”, além de abrirem os caminhos e dar muita proteção no dia a dia. Geralmente, utilizam em seus benzimentos e trabalhos a arruda, o guiné, o rosário, o crucifixo, água com mel, vinho, cachaça, velas, fumo, etc. São entidades ligadas a Linha das Santas Almas e a vibração de Omulu, apesar de existirem pretos e pretas velhas de outros Orixás.
Como homenagear os queridos pretos velhos no dia 13 de maio? Faça uma prece singela ou acenda uma vela branca. Mantenha sempre uma vibração de paz e concórdia. Ame e compreenda seus irmãos e se liberte dos véus da ignorância e do egoísmo. Não há felicidade suprema sem transformação para o Bem! 

Saiba conversar com o preto velho! Não o escravize novamente com pedidos egoístas ou maldosos. Lembre-se da lei da Caridade! 

Confie! Oxalá colocou em nosso caminho a serena e experiente proteção dos pretos velhos para nossa libertação! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário