2 de jul de 2019

Egrégoras de amor



A energia mantenedora dos campos estruturais são as vibrações espirituais. Campo estrutural, definido de uma forma bem rápida e simples, é toda estrutura espiritual criada e mantida pelos espíritos na dimensão espiritual (Orum) e que podem ou não, interagir com a dimensão material (Aiyê). Entre os vários Campos Estruturais existentes encontramos um chamado de Egrégora que é uma forma de poder, de dominar energias e de direcionar ondas vibratórias.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
As egrégoras são estruturas espirituais criadas e mantidas por um conjunto de espíritos (Caboclos, Pretos Velhos, Exus) e toda hierarquia de guias e protetores espirituais, mestres, anjos e Orixás.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
A energia espiritual devolvida pela egrégora sempre é bem maior do que a energia espiritual fornecida por nós e também é proporcional ao número de espíritos que a compõem. Estes campos estruturais chamados egrégoras são criados, mantidos, alterados e destruídos por nós, mas também devolvem energia e força a todos aqueles que participam da sua formação.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Ao se concentrar em preces e respeito ao lugar sagrado, ela está neste momento vibrando e alimentando o campo estrutural daquele lugar, seja magístico ou não, ela está alimentando com vibrações espirituais a egrégora da casa.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O local que chamamos Terreiro de Umbanda onde são realizados os trabalhos espirituais não é somente uma casa. Além da estrutura material existe uma estrutura espiritual que é mantida por todos aqueles espíritos e por todos os médiuns e participantes do Terreiro.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
O resultado desta transferência de energia será notado imediatamente em nossas vidas, podendo em alguns casos provocar verdadeiros milagres (curas, mudanças emocionais, psíquicas, sociais, etc..). Se houver afinidade, poderemos entrar em ressonância espiritual com as vibrações espirituais daquele lugar e então a energia transferida será bem maior.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Uma egrégora formada por vibrações de amor, alegria, união, força... devolverá aos seus participantes estas mesmas vibrações.

Por: Texto adaptado: Astrologia e Espiritualidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário