22 de nov de 2018

Obaluaê!




Dizem que Obaluaê bem cedo foi deixado por Nanã na beira do mar, por motivos de doença e por saber que isso tudo seria incurável. 

Logo Yemanjá, dona da sabedoria, acolheu Obaluaê e o levou para dentro das suas águas.

Porém Obaluaê não poderia ser levado para as profundezas pois logo iria morrer.

Então Yemanjá achou uma gruta em seu mar infinito onde ali abrigou Obaluaê.

Ao crescer, Obaluaê se tornou médico e com sua palha devido as suas chagas, em uma bela praça praticava caridade para os mais necessitados.

Nanã sabendo do curandeiro na cidade, logo levou um de seus filhos para receber a cura. 

E quando Obaluaê percebeu que era a sua mãe , se abaixou mais e disse bem baixinho…

” Minhas Flores sagradas, são deborô, que limpam o seu corpo e tiram sua dor.
Minha palha divina tem o meu ajê.
Eu sou um Orixá poderoso. 
Eu sou Atotô Obaluaê. ”