14 de ago de 2018

Mudanças... (Parte 2/2)



... CONTINUANDO


Ciganos – Barulhos, euforia, risadas e muita, mas muita energia no terreiro. Assim surgem os guias Ciganos, com seu comportamento livre, seus olhares imponentes e com a firmeza de pensamentos necessária para quem compreende o que realmente é essencial na vida. Trazem consigo uma visão leve da vida, com amor e liberdade.


Erês – São Espíritos puros e sua manifestação é muito sutil. Quando incorporadas, vibram todo o tempo, comem doces, brincam e se manifestam como crianças, com arquétipo da pureza infantil. Toda energia negativa que estiver ao redor do médium incorporado é absorvida pelo trabalho que a Linha das Crianças realiza, amparando-o e modificando sua visão do mundo. Está muito ligada à pureza e desprendimento material.

Pombas Giras e Exus – Estas entidades trazem à tona as qualidades mais íntimas dos médiuns e também suas emoções que não foram dominadas como raiva, soberba, ciúme, arrogância, medo e orgulho. Desta forma, o médium reconhece em si as emoções que trazem prejuízo e começam a eliminá-las do seu interior. Os médiuns que olharem para dentro sem medo, vão aprender muito com incorporação de Exus e Pombas-Giras.

Exu Mirim – São arteiros e astutos, ainda causam receios em algumas Casas quando se apresentam. Mas são extremamente corretos e justos, é preciso olharmos para eles sem medos ou receios e abstrair o melhor que possam nos passar. É possível ser correto e justo, e ainda assim levar a vida dando muita gargalhada. 

Malandros – Sinônimos de FELICIDADE, quem nunca sorriu ao conversar com um? Pois é, eles são assim. Generosos, alegres, amorosos, acolhedores. O médium pode aprender infinitas coisas com essa maravilhosa linha.