14 de fev de 2018

Festa com os Orixás


Fui convidado a uma festa com todos os orixás, mas apenas podia me dirigir a eles uma vez e com uma única pergunta. Assim o fiz.

A Exu perguntei: Como movimentar a vida quando tudo se encontra cristalizado?
Exu respondeu: Produzindo inversões nos padrões que estão estabelecidos.

A Ogum perguntei: Como abrir meus caminhos quando eles se encontram fechados?
Ogum respondeu: Com a coragem do guerreiro que nunca se dá por vencido.

A Oxossi perguntei: Como distribuir fartura para aqueles que amo?
Oxossi respondeu: Ninguém é tão pobre que não tenha nada para dar.

A Omolu perguntei: Como curar os outros, mesmo estando ferido?
Omolu respondeu: Aprendendo que a dor dos outros não é menor que a sua. Nenhuma dor deve ser desprezada. Abra mão de seu ego e será capaz de se curar, curando.

A Oxumarê perguntei: Como ser capaz de se regenerar de tempos em tempos como a serpente?
Oxumarê respondeu: Deixando morrer a pele que já não te serve mais. Enquanto você insistir em habitar uma pele morta, sua vida não poderá ser regenerada.

A Ossain perguntei: Por que a verdadeira magia está na simplicidade das ervas?
Ossain respondeu: Porque só através de muito esforço conseguimos ser simples como a natureza!

A Nanã perguntei: Como cuidar da minha ancestralidade?
Nanã respondeu: Tendo a consciência que um dia você também será um ancestral. Cuide de seus ancestrais como você gostaria que seus descendentes cuidassem de você.

A Oxum perguntei: Como encontrar o amor verdadeiro?
Oxum simplesmente disse: Olhando sempre para o espelho.

A Iansã perguntei: Como ser livre e independente como o vento?
Iansã respondeu: Sabendo reconhecer aquilo que te aprisiona. Se você não souber o que te prende, jamais será capaz de fluir como o vento.

A Xangô perguntei: Como aprender a ser justo?
Xangô respondeu: Sabendo ouvir a todos e desprender-se do ego.

A Obá perguntei: Como perseverar enquanto tudo desmorona?
Obá respondeu: Mantendo o amor intocável dentro de si mesmo.

A iyewa perguntei: Como ter visão espiritual?
Iyewa respondeu: Conectando-se profundamente aos ciclos naturais e às energias universais.

A Logun-Edé perguntei: Como ser flexível?
Logun respondeu: Tendo capacidade de se adaptar a qualquer ambiente.

A Iemanjá perguntei: Como encontrar harmonia e paz na família?
Iemanjá respondeu: Sendo você mesmo a paz que deseja.

A Oxalá perguntei: Como semear a paz em meio à guerra?
Oxalá respondeu: Ouvindo tudo que você ouviu até aqui e aplicando em sua vida...