11 de dez de 2017

Previsões para 2018


Numerologia

2+0+1+8 = 11. A fim de reduzir este número a apenas um algarismo, fazemos uma nova soma do resultado: 1+1=2. Portanto, 2018 será simbolizado pelo Número 2 (que foi originado a partir da soma
do Número Mestre 11). Todo ano que tem um Número Reduzido, que é originado de um Número Mestre, (neste caso 11) tende a ser tenso e intenso.

O número 11 significa o idealismo, o perfeccionismo, a clarividência e a colaboração. É um número de forte magnetismo e caracteriza as pessoas idealistas, inspiradoras, inventivas, capazes de iluminar o mundo através de ideias elevadas. O 11 também caracteriza dons de mediunidade ou voltadas ao ocultismo.

Na dedução dos números chegamos ao número 2 que significa a influência para deixar as mudanças que aconteceram assentarem e ter mais calma e estabilidade depois de tudo que aconteceu em 2017.

Outro lado positivo do número 2 é que ele permitirá a aproximação dos opostos. Ou seja, qualquer tipo de união é favorecida - desde parcerias de trabalho até relações amorosas, trabalhos em conjunto, sociedades profissionais, entre outras. Será necessário estudar, aquele curso que ficou pendente, aquele sonho de voltar a estudar, a hora é esta! Outra boa dica é: use e abuse da sua intuição em 2018!

E vale lembrar que tudo o que plantamos no ano 1 (2017), regido por Saturno, será revelado neste ano 2 regido por Júpiter, ou seja, se plantou discórdia vai se incomodar bastante, se plantou dívidas, vai ter que acertar as contas… Toda a essência será revelada, as gavetas que estavam travadas se abrirão rapidamente e automaticamente.

Precisaremos estar maduros emocionalmente e preparados internamente por meio de estudos, terapia, compreensão dos medos e desejos. Dessa forma, teremos melhores condições de atrair e aproveitar as situações favoráveis à conquista de nossas intenções. Aí, sim, aproveitaremos o que há de melhor em 2018.

Astrologia

Júpiter é o planeta regente de 2018, que corresponde à Xangô e é chamado de “Planeta dos Justos”. Júpiter traz a correção, o julgamento e a limpeza espiritual que nosso planeta precisa nesse momento. Esse período tende a ser recheado de conquistas e mudanças – desde a política até assuntos religiosos serão impactados pela regência de Júpiter. É o ano de expansão de projetos, mudanças de leis e também do fanatismo. As vibrações serão mais marcantes nas atividades diplomáticas e políticas. A evolução pessoal relacionada ao empreendedorismo também é favorecida nesse período. Ótimo momento para assuntos ligados a educação e busca pelo desenvolvimento intelectual – 2018 é a hora ideal de fazer aquele curso que você sempre quis.

Júpiter, o maior dos planetas do sistema solar, é relacionado à riqueza, crescimento dos negócios, estudos, esportes, leis e religião. Mas é preciso ter foco e correr atrás dos objetivos. O Planeta regente 2018 também possibilita uma boa oportunidade para viajar, aprender novas línguas, fazer negócios ou ter experiências com países estrangeiros, pois as relações estarão mais fáceis esse ano.

Cuidado: Júpiter tem por característica aumentar tudo e isso pode se manifestar em sobrepeso, excesso de trabalho e estresse. Faça de tudo para manter sua saúde em bom estado, seja mental ou física e comece antes de 2017 terminar! Outro conselho de ouro é: ande na linha! Este Planeta rege a justiça, então caso tente burlar a lei, terá problemas. Cautela, a responsabilidade, o senso prático e a noção de limites!

Orixás

Este ano será regido por Bará, Xangô e Iansã – um ano mais "quente" e mais rápido. Bará rege a comunicação e o movimento – cuidado com o que diz e para quem diz! Segundo os Orixás regentes, 2018 será um ano bom aos justos, um ano onde máscaras cairão, a verdade aparecerá, doa a quem doer. Por isso, o ano terá muitos escândalos, porém é preciso entender que é preciso "destruir o campo para uma nova plantação". A Palavra do Ano é "justiça” e, neste ano, todos seremos julgados.

De acordo com os Orixás a política vai passar por uma grande reforma e acerto de contas, para entrar nos eixos. Xangô vem para fazer a justiça ser cumprida, valer a pena, e nada passará despercebido de seus olhos. Cumpra com suas obrigações e deveres e faça tudo com os pés no chão para não sofrer as consequências, as pessoas estarão bem mais vivas e atentas do que o normal e qualquer falha ou erro, por mais bobo que seja, será motivo de briga e desentendimento.

No ano de Iansã as pessoas estarão mais propensas a se libertar dos preconceitos e velhos hábitos. Existirá um índice maior de separação afetiva e será muito comum ver as pessoas trocando de parceiros, estarão mais preocupadas em se fazerem felizes do que dar ouvidos no que os outros vão falar. Será muito comum ver as pessoas mais independentes, felizes, lutando por seus ideais. E MUITO cuidado com as fofocas, maledicências – tudo virá à tona, uma hora ou outra.

No ano de Iansã e Xangô, o cuidado deve ser redobrado em relação a incêndios, fogo em geral. O último ano regido por estes dois Orixás foi o ano da tragédia que atingiu a boate Kiss, em Santa Maria.

A Cor de 2018 é o Vermelho, mesmo Xangô se utilizando do Marrom, a cor do fogo e todas as suas vertentes (Vermelho, Laranja, Vinho) serão as cores e regência.

Pedras de Yansã: Citrino
Pedras de Xangô: Olho de tigre, Pedra do Sol
Pedras de Bará: Mica Preta, Turmalina Negra, Ônix Negro, “Vassoura de Bruxa”, Quartzo Negro.


Fonte: União da Luz