9 de nov de 2017

A tempestade nunca me assustou

A tempestade nunca me assustou, a ventania nunca foi capaz de me fazer temer, muito pelo contrário.

Lembro-me que desde sempre esperava ansiosamente pelos dias de tempestade.

De alguma forma eu sabia que ao reluzir do mais forte raio estava sendo imensamente abençoada e então todo esboço de medo dava espaço para os mais belos sentimentos em meu coração.

O meu caminhar sempre foi inconstante, confesso que por vezes até confuso, hoje sei que desde sempre os ventos estavam a me conduzir.

Personalidade forte e marcante, mas que também dá espaço para medos e inseguranças.

Quem me olha tão firme por fora muitas vezes não faz ideia do turbilhão que se passa bem no fundo do meu coração, mas assim como a guerreira mantenho a postura sempre firme.

Sorriso fácil, reflete a pureza da alma tranquila como o bailar da mais leve borboleta que muitas vezes veio visitar-me simplesmente para trazer paz e a certeza de não estar só.

Inconstante e imprevisível assim são os dias. Como prever os estragos que serão causados pelo vendaval, ou até mesmo, como prever as sensações causadas pela doce brisa a acariciar o rosto nos dias sol.

Amar, amar e amar é esse o desejo real e intenso que corre por nossas veias ao primeiro sinal da manhã. Desperte o meu melhor amor e terás por perto a pessoa mais fiel e leal que se pode imaginar, capaz do que for preciso para proteger o bem-amado.

Assim como a guerreira me faço forte a cada batalha, colocando a frente sempre os sonhos mais loucos. Nada é capaz de me deter, ainda mais, quando sei que estou no caminho que julgo certo para os meus ideais.

Ser firme nas decisões não quer dizer que estas sejam as melhores a serem tomadas, as vezes até são, mas apenas para o breve momento e então depois de parar e refletir percebemos o quanto fomos impulsivos e injustos com nossos próprios sentimentos. Arrependimentos?! Quem não os tem?! Aprendemos com nossos erros e isso basta para que não sejam repetidos.

O vento mais forte é o mesmo vento que traz os desejos e merecimentos, o mesmo que limpa a alma,
o mesmo que acalma e seca as lágrimas. O vento mais forte abraça e reconforta, mostra as direções muitas vezes encobertas pelos olhos cegos da incerteza.

Alto astral e energia surreal são características que não podem faltar nos dias mesmo que esses não sejam os mais belos já vividos. O vento nos proporciona a estranha mania de acreditar que o inconstante é algo concreto.

Ah o vento, a ventania, o temporal, os raios e a brisa leve. Como eles são capazes de renovar, de despertar a ânsia por viver. São capazes de arrancar os mais belos sorrisos.

Maturidade e inocência em um misto de magia refletidas no olhar. Olhar intenso de desejo e ardor, com o magnetismo característico do fogo. O brilho mais profundo que reflete e encanta aos que possuem a permissão de chegar mais longe.

Essência que exala. Recuar as vezes é necessário por outras é fraqueza, certo ou errado arriscamos. Apostamos muitas vezes no errado, mas sabemos que a batalha nunca termina e sempre existe a chance de fazer diferente.

Postura firme, postura essa que cai por terra ao primeiro sinal de ternura. Muitas vezes frias, mas isso é apenas para ver até onde é capaz de lutar. Chamego e cuidado é tudo o que precisamos. Atenção e elogios fazem parte do que nos faz feliz. A guerreira firme também lutou por seu grande amor e amou da forma mais intensa que se pode imaginar.

Assim são os que recebem a dádiva de ter a senhora dos ventos como mãe.

Eparrey!


Por: Renata Inocencio