22 de ago de 2017

Oferendas recicláveis já!!!


Esta imagem foi tirada de uma obrigação colocada na mata da Cachoeira de Mesquita, no bairro da Coréia, no parque Ecológico, também conhecido como Gleba, numa cidade da baixada fluminense do Rio de Janeiro. O que tinha de elementos sagrados votivos aos Orixás, já foi dissolvido a muito tempo, cumprindo o seu intento. Mas os materiais não perecíveis permanecem. Ficarão por anos e anos. Como está, estão servindo de depósito para a proliferação de larvas do mosquito da dengue,
que prejudica a todo comunidade. Com o tempo, será quebrado e seus cacos e destroços ficarão na natureza por décadas, séculos. Mulambos, copos e garrafas plásticas, pratos de cerâmica, barro, gamelas. Além da questão ambiental, ainda deixa um aspecto horrível, sujo e feio no lar sagrado dos nossos Orixás. Um espaço tão lindo; todo sujo, depredado e depósito literalmente dos restos e lixos de obrigações e despachos de toda ordem. Encontramos lá, restos de tambores, caixas de ovos jogadas no mato, pratos descartáveis, guias arrebentadas, sacolas e mais sacolas de plástico, cacos de imagens, mulambos rasgados, garrafas pets, quartinhas quebradas, bacias de ágata, tigelas de louças, alguidares, cartuchos vazios de pólvora, caixas de fósforos, restos de velas e suas caixas vazias,( porque quem usou foi incapaz de levar num saquinho para colocar e levar consigo o seu próprio lixo), roupas de santo, pentes, um número absurdo de cacos de vidros proveniente de garrafas quebradas, taças e copos de vidros, embalagens de biscoitos, travessas de louça quebradas... poderia passar o dia aqui enumerando os absurdos encontrados lá. Lixos das pessoas que não tem um mínimo de respeito pela natureza, e sequer se preocupam de levar um saco para levar embora o que foi usado lá, como copos descartáveis, caixas de ovos, garrafas pets, etc. Quando afinal as pessoas dos cultos afro-ameríndio descendentes irão tomar consciência de que ESTÃO SUJANDO E PROFANANDO O LOCAL SAGRADO DOS ORIXÁS QUE E A PRÓPRIA NATUREZA VIVA MANIFESTADA?

Que contra senso é esse? Que contradição é essa? Como posso cultuar as forças da natureza; Oxum a senhora da cachoeira, Oxossi o Caçador das matas, se vou lá e deixo tudo que é tipo de imundice em suas casas?

É triste, revoltante e vergonhoso. Quando fomos fazer nossa obrigação nessa cachoeira, e estávamos subindo com os balaios, outras pessoas, moradores das redondezas, nos olhavam com olhares de reprovação. Pensei comigo. "eu também olharia e pensaria "lá vem os "macumbeiros" pra sujar e deixar seus restos de macumba pros outros limparem". Bom, por um grupo que age errado, todos pagam e levam a fama.

Nossa casa não compactua com irmãos de religião que assim agem, e faremos tudo o que for de nosso alcance para unir forças para mudar esse comportamento que ainda é a maioria da cabeça das pessoas de nossa fé. Se você também pensa dessa mesma forma, una-se a grupos de lutam para levar uma conscientização a essas pessoas.

Muitos apenas repetem o que aprenderam com seus mais velhas e reproduzem, sem pensar ou refletir no que estão fazendo. Colocam oferendas em louças, tacas, garrafas de vidro, como se as entidade e Orixás fossem se servir em tais utensílios. Por favor, vamos clamar pelo velho e bom senso. As entidades e Orixás não se servem desses materiais e apenas solvem o que for igualmente natural. Usem folhas para as obrigações, e outros materiais como cascas de coco para bebidas. Levem tudo o que foi usado; sacolas, copos, garrafas, com vocês para jogarem fora no lugar correto: UMA LIXEIRA. Mas não faça mais as matas, as cachoeira de sua lixeira. Nos apelamos, pedidos, suplicamos ! Já passou da hora desse comportamento ser abolido de vez de nossas práticas e rituais. Pense, reflita, abra os olhos e mude. Levante também essa bandeira, porque é propagando uma ideia, que ela ganha força e muda costumes e comportamentos sociais que estejam prejudicando individual e coletivamente.

Os Orixás agradecem, os Caboclos, Exus, Pretos Velhos, Crianças, o toda a natureza também agradece.

Vamos unir forças, usar nosso poder da palavra para que cada vez mais as pessoas se tomem consciência do mal que fazem ao meio ambiente e a fé que professamos. Vamos trabalhar pra que nossas cachoeiras e matas fiquem assim:




E para que nossas oferendas aos Orixás divinos sejam feitas como pede o meio natural que cultuamos:

Usem a vela, a magia do fogo enquanto está sendo feita as invocações. Depois não precisa deixar ela ali, leve com você. Orixá já é Luz. Utilize a energia do fogo e após usar, não tem porque deixar a vela na mata, sujando tudo. 

Nós convidamos você a fazer parte também desse movimento e nos ajude a conscientizar para que todos nós façamos nossas oferendas " ecologicamente corretas e totalmente recicláveis pela própria natureza".

Axé!