18 de abr de 2017

O poder do alecrim na Umbanda: banho, colônia, chá e defumação

INTRODUÇÃO

Há muita coisa na internet sobre a religião de Umbanda. Nesta diversidade, é de suma importância que você leitor filtre o que se aplica a sua casa, formação & doutrina. As magias aqui citadas foram emantadas pelo meu caboclo e mentor "Caboclo Flecheiro de Aruanda". Quando o assunto for banho, consulte sempre seus guias e o pai de santo de sua confiança. Boa leitura!


A palavra "Alecrim" vem do latim e significa "Orvalho". Trata-se de uma iguaria trazia do mediterrâneo para o resto do mundo utilizada como condimento para carnes, molhos, chás, tempero, etc. Na fitoterapia é empregado como chá, pomada, tônicos, remédios naturais, etc.

Em religiões como a Umbanda, é empregado em banho, defumação, Amacis (rituais de cabeça), limpeza de ambiente (batimento de ervas, sacudimento, vasos em ambiente), etc. Independente de qual seja o seu uso, não é a toa que esta é uma das ervas preferidas dos nossos "Pretos Velhos".

BANHO DE ALECRIM (COROA)

Usado como banho na coroa, esta erva tem propriedade de limpeza de energias negativas propiciando e facilitando o contato com os espíritos de luz, portanto, indicada para quem está passando por algum tipo de confusão mental, sentimentos depressivos, tristeza, desânimo, falta de fé, desmotivação, etc. É frequentemente escolhida em rituais de coroação (Amacis), fechamento de corpo, limpeza energética de áurea, neste sentido, atraindo positividade para a matéria (corpo físico), para mente e para o ambiente. 



BANHO DE ALECRIM (PESCOÇO PARA BAIXO)

O banho de Alecrim do pescoço para baixo é indicado principalmente a pessoas que não são médiuns. Pois limpam e purificam a pessoa, porém, limita a expansão coronária com espíritos, afinal de contas, uma pessoa que não quer ou não pode desenvolver seus guias de Umbanda, precisa de cuidado muito peculiar com banhos de coroa. Na minha prática de Umbanda observo os banhos desta erva em pescoço para baixo quando o guia não tem motivos, permissão ou necessidade para mexer na coroa, e portanto, no chákra coronário (Trono da Fé). 







COLÔNIA TÔNICA DE ALECRIM: ENERGIA, PROTEÇÃO, PACIÊNCIA & OTIMISMO


Na Umbanda é muito comum o uso de colônias e perfumes como instrumento magístico para manipulação de energia. Linhas de Cigano, Exus, Pomba-Gira, Caboclos, Êres, etc costumam fazer e indicar mirongas (feitiços) para proteger, ajudar, auxiliar e apoiar os seres humanos em sua evolução. Esta é uma colônia ensinada pelo Caboclo Flecheiro de Aruanda:


Ingredientes e preparo: Em um recipiente propício para borrifar o líquido (como por exemplo, de cabeleireiro, de desodorante desde que esteja limpo e sem resquícios anteriores, etc) coloque alfazema e um de Alecrin. Emante a linha de Caboclos para que lhe traga paciência, energia, proteção e afaste-o de pessimismo, tédio, reclamação, etc. Acenda uma vela bicolor verde e branca para linha e peça que ativem as propriedades magísticas desta colônia.



CHÁ DE ALECRIM: LIMPEZA DE SENTIMENTOS NEGATIVOS


O ser humano é muito bom em guardar sentimentos negativos e poucas pessoas conseguem perdoar de verdade uma agressão, uma mágoa, uma traição, etc. Guardar sentimentos e não externalizá-los da forma adequada é o que a psicologia da psicossomática diz ser a principal causa das doenças psicológicas que se tornam físicas. Guardar sentimentos negativos é mais prejudicial do que pensamos. Para limpar estes sentimentos cristalizados, a linha de caboclos indica que façamos não apenas a limpeza exterior (banho), mas a interior (chá).

Deve-se tomar muito cuidado ao indicar ou tomar algum tipo de chá em Umbanda, pois no mundo da fitoterapia, há ervas perigosas como o chá de folhas de amora que podem ser abortivos. Umbanda é fundamento e é preciso estudar. Atender a assistência do terreiro exige muita responsabilidade. Para este tema, indicamos ao leitor conhecer nossa concepção de "Biopsicosocioespiritual" (clique aqui). 


Ingredientes e preparo: Ferva água potável com um galho de alecrim (sem o caule, coloque apenas as folhagens), 21 gotas de limão e açúcar a gosto. Durante o preparo faça sua prece e peça a linha de caboclos e de Pretos Velho que limpe-o por dentro removendo sentimentos negativos cristalizados como raiva, ódio, mágoa, ressentimento, sentimento de vingança, etc. Acenda uma vela verde para linha de caboclos e uma vela bicolor preto e branca para linha de Pretos Velho e emante-as com prece. 

Observação importante: Produtos religiosos não substituem tratamento e acompanhamento médico.

DEFUMAÇÃO DE ALECRIM

A defumação de Alecrim pode ser utilizada para afastar negatividade em ambientes residenciais e comerciais, bem como atrair a conectividade com bons espíritos. Em Umbanda temos um ponto cantado que diz:

"Defuma com as ervas da Jurema. Defuma com arruda e Guiné. Com bejoim, Alecrim e Alfazema, vamos defumar filhos de fé".

Esta é a defumação mais frequente feita em terreiros de Umbanda. Arruda faz o descarrego, Guiné a proteção, Bejoim, Alecrim e Alfazema equilibram e propiciam o contato com seres de luz. Pode ser feita sem contra-indicação nos lares e comércio.