25 de abr de 2017

A Percepção advém do Ser Real em nós


"Eu não sou nada que vive. Sou vida.
Eu não sou nada que percebo. Sou percepção.
Eu não sou nada que penso. Sou consciência.
Eu não posso me curar. Sou cura.
Eu não posso me iluminar. Sou luz.
Eu não posso me espiritualizar. Sou espírito, Sou o filho de Deus à Sua imagem e semelhança."

Isso que foi compartilhado trata-se de Percepção!

É isso a que o ensinamento compartilhado no Núcleo se refere quando diz: Parta da percepção, não do pensamento.

A Percepção advém do Real em nós. 

Na metáfora usada no Núcleo para ilustrar este fato, o Ator [que é Quem Somos] subjacente ao personagem [que é quem estamos sendo, ou seja, que é quem estamos representando] é o Real em nós.

As Percepções [A Percepção] estão/está em nós!

Por isso, Jesus, perguntou: Quem dizem ser o "Filho do Homem"? 

E após ouvir vários "pensamentos" [opiniões ou conjecturas das mentes dos personagens] sobre quem Ele era, perguntou a Simão: "E tu, o que dizes?". Ao que Simão respondeu: "Tu és o Cristo, o Filho de Deus Vivo". Ouvindo esta resposta Jesus fez a seguinte observação: "Simão, Filho de Jonas, isso Quem te revelou não foi carne e sangue [significando que não adveio da mente de Simão, cuja substância é "carne e sangue". Ou seja, não veio da "Representação"], mas de Meu Pai"; E acrescentou: "Que está no Céu"! [Céu é a "Realidade", o Real, subjacente à "Representação"].

A principal característica da Percepção é o fato de ser impessoal!

Todos os iluminados têm plena consciência deste fato – de que o que estão percebendo, e compartilhando em termos de ensinamentos, não são algo pessoal ou válido e aplicável apenas a si mesmos. Ao contrário! Eles compartilham o que percebem, como ensinamentos, justamente porque sabem que o que ensinam tem validade impessoal e universal.

Enfim, isso que foi compartilhado por Aquele que na Representação aparece como o Divino personagem Jaime Pires é uma Percepção!

Se ele estivesse na presença de Jesus, Jesus diria: Jaime Pires, isso Quem te revelou não foi carne e sangue, mas Meu Pai, que está no Céu!

As Percepções nos proporcionam um grande desfrute, pois é Divino saber que provém do real em nós. E quanto mais compartilhadas mais elas vão substituindo os pensamentos das mentes por pensamentos de Deus! [Atentem a este detalhe sutil mas fundamental: Existem na Representação pensamentos dos personagens e Pensamentos de Deus. Pensamentos de Deus são Percepções! Por isso na Bíblia há uma Percepção justamente sobre esta diferenciação, na qual está escrito: 

"Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos." (Isaías 55:8-9)

Por isso a síntese [o slogan] do ensinamento compartilhado no Núcleo é: "Perceba, desfrute e compartilhe!"

Notem que é: "Perceba, desfrute e compartilhe!".

Não é: "Pense, desfrute e compartilhe!".

Por isso devemos partir sempre das próprias Percepções, ou seja, dos Pensamentos de Deus, que aparecem na Representação como ensinamentos dos iluminados. Os iluminados sabem que Sua real identidade não é a identidade dos personagens que estão representando. Eles sabem que são o Ator subjacente ao personagem que estão representando e sabem também que a real identidade de qualquer outro "personagem" também é o Ator subjacente... Há Um Ator subjacente a qualquer "personagem"! 

Os iluminados percebem algo que não é possível ser percebido pela mente de nenhum personagem... Eles percebem que o Ator subjacente a todo personagem é Um e o mesmo! Essa é a quintessência de todo ensinamento divino! Essa é a Percepção da Unidade que subjaz à multiplicidade!

Sobre essa Percepção Unitária Jesus revelou: "Naquele dia, vós conhecereis que eu estou em meu Pai, e vós, em mim, e eu, em vós." (João 14, 20)

A passagem completa e o contexto na qual se insere, o qual fala do Consolador, o Espírito de Deus, que nos lembraria a todos desses ensinamentos, dessa revelação divina é este:

João, Capítulo 14: 

1. Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
2. Na casa de meu Pai há muitas moradas. Se assim não fora, eu vo-lo teria dito. Pois vou preparar-vos lugar.
3. E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que, onde eu estou, estejais vós também.
4. E vós sabeis o caminho para onde eu vou.
5. Disse-lhe Tomé: Senhor, não sabemos para onde vais; como saber o caminho?
6. Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.
7. Se vós me tivésseis conhecido, conheceríeis também a meu Pai. Desde agora o conheceis e o tendes visto.
8. Replicou-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, e isso nos basta.
9. Disse-lhe Jesus: Filipe, há tanto tempo estou convosco, e não me tens conhecido? Quem me vê a mim vê o Pai; como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
10. Não crês que eu estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo por mim mesmo; mas o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras.
11. Crede-me que estou no Pai, e o Pai, em mim; crede ao menos por causa das mesmas obras.
12. Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai.
13. E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho.
14. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.
15. Se me amais, guardareis os meus mandamentos.
16. E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, a fim de que esteja para sempre convosco,
17. o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; vós o conheceis, porque ele habita convosco e estará em vós.
18. Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros.
19. Ainda por um pouco, e o mundo não me verá mais; vós, porém, me vereis; porque eu vivo, vós também vivereis.
20. Naquele dia, vós conhecereis que eu estou em meu Pai, e vós, em mim, e eu, em vós.
21. Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele.
22. Disse-lhe Judas, não o Iscariotes: Donde procede, Senhor, que estás para manifestar-te a nós e não ao mundo?
23. Respondeu Jesus: Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.
24. Quem não me ama não guarda as minhas palavras; e a palavra que estais ouvindo não é minha, mas do Pai, que me enviou.
25. Isto vos tenho dito, estando ainda convosco;
26. mas o Consolador, o Espírito Santo, a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas e vos fará lembrar de tudo o que vos tenho dito.
27. Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.
28. Ouvistes que eu vos disse: vou e volto para junto de vós. Se me amásseis, alegrar-vos-íeis de que eu vá para o Pai, pois o Pai é maior do que eu.
29. Disse-vos agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós creiais.
30. Já não falarei muito convosco, porque aí vem o príncipe do mundo; e ele nada tem em mim;
31. contudo, assim procedo para que o mundo saiba que eu amo o Pai e que faço como o Pai me ordenou. Levantai-vos, vamo-nos daqui.

Os que quiserem se aprofundar nas revelações leiam e meditem em complemento a estas palavras sobre o que segue: 

Efésios, Capítulo 2:

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé [Fé é a Percepção divina entronizada, ativa em nós]; e isto não vem de vós [não vem dos personagens, não vem da "Representação"], é dom de Deus [vem do Céu, que é o Real em nós].

Não vem das obras [não vem de obras de personagens], para que ninguém se glorie;

Porque somos feitura sua [Sua, de Deus], criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.

Portanto, lembrai-vos de que vós noutro tempo éreis gentios na carne, e chamados incircuncisão pelos que na carne se chamam circuncisão feita pela mão dos homens;

Que naquele tempo estáveis sem Cristo [sem o Espírito de Deus que Percebe o Real], separados da comunidade de Israel [comunidade dos Filhos de Deus, os que Percebem e interagem com o Real], e estranhos às alianças da promessa, não tendo esperança, e sem Deus no mundo.

Mas agora em Cristo Jesus [com a Percepção do reino de Deus por Ele compartilhada como Seus ensinamentos], vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto.

Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio,

Na sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos, que consistia em ordenanças, para criar em si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz,

E pela cruz reconciliar ambos com Deus em um corpo, matando com ela as inimizades.

E, vindo, ele evangelizou a paz, a vós que estáveis longe, e aos que estavam perto;

Porque por ele ambos temos acesso ao Pai em um mesmo Espírito.

Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos, e da família de Deus;

Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina;

No qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor.

No qual também vós juntamente sois edificados para morada de Deus em Espírito. 
(Efésios 2:8-22)

Gratidão a Aquele que aparece como o divino personagem Jaime Pires por compartilhar Sua Percepção. 

Gratidão a Aquele que aparece como o divino personagem Gustavo por compartilhar Sua Percepção.

Gratidão a Aquele que aprece como o divino personagem, leitor dessa mensagem, por me permitir compartilhar essa Percepção.

A todos, a Paz de Cristo.