21 de out de 2016

Mensagem para você que se diz umbandista

Para alguns seres humanos desprovidos de qualquer respeito pelas "coisas santas" a Umbanda é um meio de vida, já que incapazes de trabalhar honestamente como a maioria das pessoas decentes, se dizem médiuns e se valem do fanatismo e da credibilidade das pessoas que os procuram para explorá-las financeiramente e esses exploradores desconhecem o futuro tenebroso que os aguarda por terem usado uma religião como meio de ganhar dinheiro. São classificados como mistificadores e atraem para perto de si mesmos um mundo espiritual também mistificador que os assedia constantemente e os mantém no erro.

Para esses só existe um sentimento a ser dispensado:

A piedade!


Para outros mais, a Umbanda é um meio que possuem para extravasar suas fantasias mentais, não passam de mistificadores representando entidades espirituais (normalmente da esquerda). Vestem-se de vermelho e negro, usam adornos caros e tentam a todo custo mostrar as pessoas que os procuram o que não são. 

Por não fugirem a regra de serem mistificadores, se cercam de um mundo espiritual também altamente mistificador, atraem para perto de si os quiumbas, os kiumbas e os rabos de encruza, que dia após dia traçam a estratégia que os leva a miséria em todos os aspectos, mas mesmo assim, colocam o orgulho, a vaidade e o egoismo direcionando os caminhos da própria vida e para esses só se pode dispensar um sentimento:

A piedade!


Mas para outros, que sinceros e cientes de quem são (espiritos em provação) e do que são (médiuns de Umbanda) a missão mediunica lhes corre nas veias e para eles é um sacrilégio e um desrespeito sem limites, permitir que o nome da religião que abraçaram nesta existencia seja alvo de pessoas mesquinhas e exploradoras, pessoas infelizes e incautas que usam o nome da Umbanda para praticar imoralidades. 

Para os médiuns sinceros da Umbanda só se pode dispensar um sentimento:

Axé! (força)

E para os maus médiuns e para os exploradores que se valem do nome Umbanda para praticar imoralidades, vale a frase abaixo dita pelo Exu da Capa Preta em uma de nossas reuniões quando indagado sobre os imorais no ambiente umbandista:

"Em nosso meio existem pequenas mentes que deveriam habitar pequenos corpos, como exemplo: "Corpos de Amebas" já que infectam e infestam o ambiente da Umbanda Sagrada".


Exu da Capa Preta - (Exu Lebará do Núcleo Umbandista São Sebastião).
Exu Lebará = Exu que comanda os demais exus de um templo.

O comentário do Exu da Capa Preta sobre esse tópico retrata fielmente a atual realidade de algumas pessoas infiltradas na nossa Umbanda. No meio umbandista propagam-se tal qual uma verdadeira epidemia os enganadores, os mentirosos, os orgulhosos, os vaidosos, os interesseiros, os mistificadores e os exploradores da fé alheia.

A maior responsabilidade desses procedimentos está na pequena mente do sacerdote de uma casa, que permite as imoralidades em sua casa ou ainda pior, pratica ele mesmo as imoralidades.

Hoje, em praticamente todas as religiões se vende a idéia de que para se encontrar a felicidade é necessária a vida boa, dinheiro a vontade, festas, passeios, etc, vendem essa idéia aos que os procuram e em seguida exploram seus seguidores.

Para esses valerá a seguinte frase do Caboclo Arranca Toco:

"Quanto maior for o poder de um homem dentro de uma religião, maior será a cobrança de suas responsabilidades perante Deus!"

Quem planta, colhe!