21 de set de 2016

Orixá Orumilá e Oráculo de Ifá

Orumilá na cultura Nagô Iorubá é o Orixá da revelação. Considerado a divindade oracular está relacionado ao destino das pessoas, sendo assim, presente, passado e futuro. O oráculo de Orumilá no culto africano é o Ifá, que se caracteriza pelo jogo dos Odus. Na África essa prática era algo exclusivo dos homens e o Ifá só podia ser jogado pelos babalawôs que eram os “pais do segredo”. O homem que desejava se tornar babalawô
dedicava praticamente a vida inteira ao estudo das lendas, itans e mitos que cada uma das possibilidades dos Odus possui. Vamos saber mais sobre o jogo?

O Jogo


Os elementos consistem em: um cordão com 16 “caroços” sendo metade deles em sementes abertas e a outra metade em sementes fechadas. No jogo uiliza-se também do Oponifá que é o tabuleiro onde oOpelei Ifá (cordão) será jogado. Cada um desses “caroços” representam algo como o senhor do destino e são eles, os Odus – como são chamados – que irão transmitir a mensagem dos orixás aos homens, como quais oferendas eles devem fazer e etc. Obs: existem outros elementos que compõe o ritual de Ifá, como o Ìróké ou Irófá que é o objeto utilizado para chamar Orumilá enquanto o babalawô está conduzindo a consulta. Enfim não vamos nos alongar nesses outros elementos que podem variar.

Em seu caráter oracular as combinações de quedas dos Odus vão mostrar ao sacerdote do jogo aspectos da vida do consulente. São 256 possibilidades de caídas e para cada uma delas – como dito – existe uma lenda que será interpretada pelo babalawô adaptando esse contexto a vida do consulente.

Ifá no Brasil


Pai Alexandre Cumino cita a presença do jogo de Ifá no Brasil hoje, no curso Orixás na Umbanda “o culto de Orumilá praticamente não existia no Brasil há alguns anos atrás. De um tempo pra cá a gente tem por exemplo, o professor King (Babá King) que é sacerdote de Orumilá e tem também Ogun Jimí que também é sacerdote de Orumilá e que traz essa tradição de Ifá.” Cumino também pontua que no Candomblé Orumilá é um orixá muito conhecido, porém nessa tradição não costuma-se recorrer ao jogo de Ifá. “No Candomblé você usa o jogo de búzios, ‘mas não é a mesma coisa?’ Não, o jogo de búzios chama-se o Merindelogun que quer dizer o jogo dos dezesseis” completa Cumino.

Para tanto, o jogo de búzios possui algumas semelhanças com o Oráculo de Ifá porém não são iguais. No próximo texto levantaremos essas questões, de como – de uma maneira geral – acontece o Merindelogun. Bom esse post então, quis trazer aos leitores de uma maneira mais ampla esimplificada a história do culto de Orumilá e do Oráculo de Ifá, não pretende em hipótese alguma findar ou limitar o que pode ou não ser feito na prática do jogo. Para a construção da matéria utilizamos o conteúdo do livro Ifá, O Senhor do Destino do professor de Religiões afro-brasileiras e Tradições Yorubás, Fernandez Portugal.

Também utilizamos a aula 08 do curso Orixás na Umbanda, ministrado na plataforma Umbanda EAD pelo tutor Alexandre Cumino como meio de pesquisa. Como dito, no próximo post vamos explicar um pouco sobre o Merindelogun, ou jogo de búzios que é a prática oracular mais comum nos Ilês de Candomblé. Axé!!


Por: Júlia Pereira
Fonte: Umbanda EAD