10 de jun de 2016

Exus do Cantinho

Tranca Ruas, Magia do Axé
Laroyê!

Antes de escrever qualquer coisa sobre os Exus preferi iniciar fazendo uma saudação e esses nossos irmãos em sinal de respeito e de fé!

Bem, confesso que tive muita dificuldade em trabalhar com os exus no início da minha vida mediúnica.

Gostava do exus, adorava o dia da gira de Exu. Quando chegou a minha hora de trabalhar com eles...

Que dificuldade!!!!



Mas o tempo passou e algum tempo depois de abrirmos o Cantinho de Francisco de Assis firmei melhor minha intenção e minha fé em trabalhar com nossos irmãos e me dispus a permitir que eles agissem em mim da maneira que fosse necessária para a boa execução dos trabalhos; afinal de contas: sem exu não se faz nada!

Foi então que conheci meu grande companheiro de caminha e de aprendizado sobre a linha dos exus, sobre seu trabalho, sobre sua força!

Sr. Gira Mundo apresentou-se. Só que esse exu era diferente de tudo que já havia ouvido falar sobre os exus. Era um exu educado, culto, calmo... era um Lord! Me perguntava constantemente: quem é você exu Sr. Gira Mundo? Apesar dessa curiosidade, foi fácil aprender a trabalhar com Sr. Gira Mundo e aprendi muito com ele.

Até que um dia apresentou-se outro irmão para trabalho...

Quem seria esse outro exu?

Sr. Gira (como chamamos carinhosamente nosso irmão Gira Mundo), assim me disse:

- Um companheiro de trabalho. Ele tem mais a ensinar a você do que eu!

- Como assim? Mais ainda? Já não aprendi o que deveria (olha a prepotência do sujeito!!!!)

- Nem começou! Principalmente quando se trata de você, intimamente!

Fiquei intrigado, mas a essa altura do campeonato já havia aprendido a dar a cara a tapa e a confiar nos espíritos de luz!

Foi então que um belo dia me apareceu esse novo irmão e me disse:

- Porra! Vim trabalhar!!!!

- Porra? Como assim porra? Que modos são esses?

- Meus modos... meu jeito de trabalhar... Algum problema?

Depois dessa fiquei calado e pedi aos céus proteção!!!!

O primeiro dia de trabalho foi ruim. Não conseguia falar direito. A voz saia baixo! Tinha vontade de ficar com o corpo meio inclinado! Uma vontade de gargalhar inexplicável!

Com o  passar do tempo tudo continuou, ou pior... piorou! Além de tudo isso os palavrões voavam soltos pelo terreiro! A assertividade era tremenda a ponto de me deixar com receio! Mas uma coisa era fantástica naquele irmão... a sua alegria!

Alegria que contagia e encanta a muitos!

Alegria que esconde muitas vezes as lições de moral e as palavras com conteúdo duro que as pessoas precisam escutar!

E assim nosso irmão foi trabalhando, me ensinado, quebrando paradigmas que havia dentro de mim.

Aprendi e tenho a honra de poder ainda aprender muito com esse irmão.

Percebi que exu é alegria, é poder, é força!

Sou grato a ele por ter me escolhido como médium.

Peço a Oxalá que possa continuar iluminando esse espirito de luz e de coração enorme!

Salve sua força, meu irmão!

Salve sua força Sr. Tranca Ruas!

Laroyê Exu!!!!!

Exu é mojubá!!!



Por: Gérson Floriz Costa Júnior (Dirigente do Cantinho de Francisco de Assis)