11 de mai de 2015

Ser um sacerdote de Umbanda



Um sacerdote de Umbanda deve ser um bom conselheiro e orientador espiritual. Deve ser um líder na sua comunidade. Deve ser alguém que serve de exemplo por suas atitudes e modo de vida. Deve ser alguém confiável e estável, dando às condições para que sua comunidade progrida.


Para que isso ocorra, deve saber cultivar e preservar certas qualidades:
  • moral ilibada: o pai ou mãe de santo devem agir sempre de forma ética e transparente
  • conhecimento de origem comprovada e disposição de estar sempre aprendendo cada vez mais
  • ter os meios corretos de vida, obtendo sua subsistência de forma honesta e visível a todos
  • ter compaixão e empatia, sendo sensível para as necessidades de seus filhos de santo e estando disponível a ouvi-los sempre que precisarem
  • sempre cumprir com suas promessas, justificando caso não possa manter sua palavra por algum motivo
  • ser humilde diante da espiritualidade e de sua comunidade espiritual, reconhecendo a sabedoria de seus pares
  • estar disposto a servir não apenas naquilo que domina, mas onde ele/ela se faz necessário
  • ser capaz de realizar qualquer tarefa sem se sentir diminuído caso tenha que lavar o chão, nem engrandecido quando estiver em posição de destaque.
A Umbanda é um caminho de realização espiritual, quem quer ser líder deve ter as marcas da realização verdadeira tais como simplicidade, humildade, amor, pureza e sabedoria.