5 de dez de 2014

O Caminho de um médium

Ser médium, significa que vós é um ser humano, um espírito humano, encarnado, dotado de dons mediúnicos no qual seu espirito por merecimento ou conquista espiritual trouxe para a vida terrena esse dons a serem utilizados.

Entretanto, longo é o caminho de um médium, talvez sem fim ou para alguns sem proposito certo. Mas se formos falar do médium de umbanda em específico, estreitamos o campo de atuação dentro de nosso campo de atuação quanto religião ou sistema religioso, no qual direciona nossa mediunidade para um propósito dentro dos pilares da religião.



Muitos não entendem o que é ser médium de umbanda, pois ainda não entenderam o que é ser um ser humano ou se analisarmos ainda mais a raiz do problemas, a pessoa em questão ainda não se conhece, não enraizou seu caráter, sua personalidade e sua essência. Esses quesitos são básicos para uma evolução, porém, vejo a todo instante médiuns pulando essa etapa e querendo de qualquer forma utilizar seus “poderes” mediúnicos.

Não vejo como mal esse querer, mas todo querer precipitado é perigoso, um grande inimigo do tempo, uma grande ilusão da fé e dos princípios da Lei. Veja bem, uma caminhada, uma trilha no meio da mata fechada, tem que ser realizada com cuidado, com atenção, com respeito, porém antes de se aventurar na mata, você deve ao menos conhecer um pouco sobre o que é uma mata fechada, seus perigos, como obter socorro imediato caso algum perigo lhe apareça e acima de tudo, tem que saber onde quer chegar ao adentrar em uma mata. Esses mesmo princípios da mata, podem ser associados a vida mediúnica. Antes de querer chegar ao topo, a exploração máxima de seu dom mediúnico, você precisa entender a si mesmo, estudar quem você é.

Olhe para vós, olhe através de seus olhos, através desse corpo bendito que o Pai maior lhe ofereceu como rendição, como aprendizado, como uma outra lente pela qual você olhará a vida. Enxergue seus desejos, suas falhas, suas vitórias, não seja surpreendido por seus instintos negativos e principalmente não os oprima, apenas entenda-os.
Antes de querer trilhar um caminho, esteja preparado, esteja seguro de si mesmo, esteja aberto, atento e não pule etapas.
Ao decorrer de sua vida mediúnica, muitas vezes será necessário um recolhimento íntimo, um recolhimento de auto conhecimento, pois ao longo da caminhada, enxergamos novas situações, nos modificamos, nos aperfeiçoamos, mas o perigo sempre nos ronda através de nosso desejo, de nosso querer. Vença sua fera interior, vença seus obstáculos íntimos, pois assim procedendo, nenhum obstáculo externo irá lhe deter ou paralisar, você será um oceano de tranquilidade e atividade, cheio de vida, cheio de esplendor.
Não tenho pretensão que seja perfeito, apenas seja humano, seja você, mas conheça-te e verás que a vida mediúnica será uma grande dia ensolarado.
Inspirado pelo Sr. Caboclo Mata Virgem


Por: Nikolas Peripolli