13 de out de 2014

Correspondências vibracionais das sete dimensões do Universo com os raios cósmicos ou orixás, os corpos sutis e os chacras. –

PERGUNTA: É possível fazerdes comentários sobre a seguinte assertiva: "...umbanda, instrumento de socorro do Cristo Cósmico na Terra simbolizado pelo triângulo fluídico da forma"?

RAMATÍS: A umbanda é importante meio de rebaixamento vibracional das energias do Cristo Cósmico. Serve como condensadora energética para os mundos das formas (mental, astral e etérico) aos espíritos de alta hierarquia espiritual que almejam que o Cristo esteja desperto em cada um dos terrícolas: Jesus, Maitreya, Buda, Krisnna, e outros Maiorais comprometidos com a evolução crística planetária. Eles direcionam essas vibrações do espaço que envolve o orbe, enfeixando-as no triângulo fluídico plasmado no Astral superior e que sustenta o movimento umbandista no plano físico.

As apresentações dos espíritos que labutam assumindo as formas de pretos velhos, caboclos e crianças esparramam-se sobre os terreiros de umbanda e templos universalistas servindo como pontos de apoio focais que sustentam um gigantesco campo de força magnética triangular que paira sobre a vossa pátria. 

Num primeiro despertar de consciência crística, os médiuns são conduzidos (conforme seu merecimento e sua dedicação à rede de consulentes que se estrutura à sua volta e depende deles como instrumentos de comunicação com uma das formas astrais ligadas ao triângulo fluídico do Cristo Cósmico) a se conectarem ao carma coletivo, quando suas preocupações pessoais se tornam irrelevantes diante do compromisso arduamente assumido com a caridade. Com o passar do tempo nas lides mediúnicas, vai nascendo gradativamente um novo estado de consciência, esculpindo lentamente na pedra bruta do ego inferior a refinada peça de ourivesaria para a joalheria divina.

A formação do triângulo fluídico materializa a união do Imanifesto nas formas,representado pelos sete orixás e os sete planos dimensionais do. Cosmo que se interpenetram e acabam por repercutir nos corpos sutis dos médiuns e em todos que procuram a umbanda, até se fazer "sentir" nos sete chacras que são como receptores que "traduzem" todas essas vibrações aos veículos inferiores da consciência encarnada (corpos astral, etérico e físico). 

Esse triângulo materializa a fraternidade universal. É mantido pelos princípios ou atributos divinos que regulam a vida e a cosmo gênese, conhecidos como orixás ou raios divinos. São sete vibrações cósmicas interpenetradas que repercutem nas dimensões do Universo em que o espíritos e "rebaixa", chegando ao que entendeis como corpo sutil e chacras. 


Por: Ramatís/Norberto Peixoto - Do livro: “A Missão Da Umbanda” – Editora do Conhecimento.