16 de set de 2014

Rosas para Oxum!


Mamãe Oxum que toma conta de mim, que me ajuda nos caminhos, me dando tantas rosas que a senhora tirou os espinhos! Hoje quero entregar ti essas flores, agradecendo por verdadeiros amores, por ter na vida hoje tantas cores.


Mamãe Oxum que lava minha alma, que já foi tão mais fraca e que hoje o mal aprende a perdoar, mesmo que a dor a faz sangrar. Rosas amarelas para minha Mãe Oxum, que lava minha emoção, me ensinando no Templo a entender o que é irmão.

Rosas amarelas perfumadas que falam a minha alma, que se faz mais calada,
para que eu por mim possa ser mais observada. Quero aprender a me conhecer e teu amor me fez ver que posso melhor ser e com o outro viver!

É tempo de renovação e peço a minha mãe Oxum que lave meu coração para que nele se instale melhor emoção, para que eu aprenda cada dia mais estender a mão para aquele que anda em aflição. O grande intendo da vida é vivermos com alegria, agradecendo cada dia.

Rosas amarelas mamãe Oxum, em agradecimento a ter curado em mim o padecimento, a ter curado em mim tanto lamento, a ter despertado em mim o discernimento, para que eu pudesse entender que tenho por amor de Deus merecimento!

Rosas minha mãe para dizer ti muito obrigado por amor e com amor ter me ensinado, que sou filho amado, que tenho tua proteção, que minha vida saiu da escuridão, quando eu fiz a opção de clarear alma e coração, obrigado por ter sido aceita no Templo que me ajuda ser menos imperfeita!

Gratidão Oxum que cuida de cada um, que vela noite e dia, que tira do ser o vazio, que aquece o frio. Oxum que trabalha a nossa fé, que nos ajuda a ficar em pé. Oxum que lava do filho os olhos, que ajuda a enxergar o que pode matar.

Oh! Oxum! Salve a ti mãe amada e querida que tanto me sarou a ferida de alma decaída, que arrastava no percurso da vida. Grata minha mãe, porque me ama, porque de mim cuida, porque me ajuda a crescer, querendo a caridade aprender.



Por: Edy Tavares - Médium do Cantinho de Francisco de Assis