29 de set de 2014

Conselho de Preto Velho

No caminho o anjo havia caído, pois muito tinha subido e havia esquecido que de Deus era filho! Queria o poder, governar a humanidade, proliferando a maldade! No céu fez se uma grande reunião e compareceu todo guardião, ia se instalar uma grande operação. 

Precisava ser desperta essa raça que se entregava quieta, porque o mal em sim ainda era festa. Preto Velho assistia. Olhava com admiração e reverenciava o guardião! Protetor da calunga grande e pequena, que do ser humano tinha pena. Entendia a luta de cada um, clamando a força de Ogum!

Levantava para a luta exu Gira-Mundo, que pensava profundo, que liderava um grupo. Precisamos de aliados, de seres humanos que do mal estejam cansados! Marabô respondeu: Vamos fortalecer os Templos de Umbanda, aumentando a visão daqueles que rompe com a escuridão!

As moças estavam guarnecidas de amor, remédio que cura as feridas. Precisavam ajudar suas meninas, fazendo delas da magia mais entendidas, para que se fizessem mais unidas, entendo o valor que elas tem na vida. 

As sombras cogitavam, os escuros planejavam que aquele Templo, eles derrubavam! Era questão de persistência, tirando daquele grupo a paciência. Trabalhar nos médiuns a vaidade, exaltando neles a superioridade; Tranca-Ruas fazia a leitura da negra criatura.

Vendo que seu intento, era trazer a cada médium o tormento, falando que no Terreiro, ele era desnecessário, que lá fora ele era caro. Falando que podia longe do Templo fazer seu trabalho. Senhor Capa Preta via alguns médiuns sem perceber, se engrandecendo, sem ajuda do Templo, trabalho lá fora fazendo.

As sombras os seguiam, eles que a gravidade não entendiam! Filhos Preto Velho agora vai falar, como Gira-Mundo, exortar, somente no Templo que é lugar de macumbar. Filhos não se percam na responsabilidade, achando que cuidado, é falta de caridade.

Preto Velho reverencia cada guardião, agradecendo a benção de DEUS, por ser dele irmão. Saindo do Templo em trabalho fora, o filho ignora, que às vezes nem ajuda aquele que chora.

Salve Deus nosso Pai! E os guardiões se preparavam para a missão, de ensinar o humano a ser irmão! O Templo de Umbanda por as sombras é visado, para que o mal, seja reforçado! Umbandistas fiquemos atentos, fazendo da caridade e do bem o nosso contento!


Por: Pai Joaquim/Edy Tavares (Médium do Cantinho de Francisco de Assis)