2 de dez de 2013

Hoje, eu "ouvi" minha sessão

gira, sessão, defumação, trabalho, zelador, umbandaHoje, eu ouvi os pontos da minha janela


Neste momento, uma sessão de Preto Velho esta acontecendo no Grupo de Umbanda Esotérica Raios de luz... eu não estou pela primeira vez em anos... fisicamente a frente do meu Conga,,, escuto tudo da minha cama, e sinto, choro, me emociono, ...


Deitada onde estou, me recuperando de uma cirurgia, “percebi” toda movimentação, a assistência, (consulentes, seguidores, amigos) chegando, ouvi alguém dizer mais cedo, um tanto nervoso, “Ta cheio”...vi os medianeiros, ogãs, cambones, chegando, se preparando, vi minha Médiuns mais antiga, hoje me representando a frente dos trabalhos, reclamar de “nervoso” ri um pouco na hora, mas tranqüilo , eu sabia que ela daria conta, confiança plena...


Bem, todos foram, os trabalhos começaram, ouço as orações, ouço os pontos, ...


Pronto agora a emoção toma conta de mim, ao ouvir...o Hino de minha tão amada Umbanda... e então é impossível recuar, meu coração vai pra lá, minhas lagrimas também, fecho os olhos, posso “ver” os Pretinhos chegando, a corrente cantando, as luzes , o calor, o alento, já não sinto dor alguma, estou envolvida pela doce luz destes seres de luz, á quem sirvo, e que amo servir...


Resolvi tentar passar um pouquinho que fosse desta sensação pro papel,em uma tentativa de registrar pra sempre este momento...


Não estou triste,estou grata,... sei que voltarei logo, na verdade não estou longe, estarei sempre junto á Eles...


Porque quem ama a Umbanda sabe o que sinto... minha religião é uma grande e maravilhosa mistura de sentimentos, de emoções, a cada canto, cada cheiro, a beleza das pedras, das luzes das muitas velas coloridas,do toque dos tambores, as risadas dos Pretos, o murmurinho das consultas, no fundo sempre tem uma criança sorrindo, as vezes chorando, falando, ou fazendo peraltice (deixando as assistentes de assistência, atucanadas) uma sessão sem elas .... não , não imagino, o Raios de luz, tem lá sempre nossas pequeninos Raios a nos iluminar...


Logo, os passes vão terminar, eu sinto, então volto refletir, no ponto que toca..


Volto a ouvir as palmas, ritmadas, sinto meu chacra cardíaco, “crescer” e me emociono novamente, agora penso, porque ...


A resposta é que nasci assim, Umbanda pé no chão, faço parte disto, porque Umbanda é amor, eu sinto amor, por tudo, demorei pra entender, pois tudo começou muito cedo, eu ainda menina... hoje , agradeço por depois de tantos anos , ainda me emocionar, ainda sentir meu coração disparar, quando “sinto “ vejo as entidades se manifestarem... quero que seja assim pra sempre, a umbanda me emociona com o simples, e no simples que vejo sua grandeza..


A Umbanda que amo,não vende curas, milagres, não vende “salvação, “ não trata seus fieis como “ovelhas” não me obriga a nada, respeita meu direto de escolhas, é minha missão porque a escolhi, não promete que vou “enricar”, minha Umbanda não precisa me prometer nada, muito menos ganhos materiais, que nada somam à espiritualidade


Não é meu karma, é meu amor, é minha vida, por que a sinto, porque esta Umbanda que amo, me aceita, imperfeita, e ao mesmo tempo me proporciona a chance de tentar ser melhor, por mim, por meu Deus, por meu próximo, por meu Planeta... Servir é a palavra, nasci Umbandista para servir, e isto me emociona, estou na Umbanda para buscar meu aprimoramento, para que eu possa ser um Instrumento de luz, usar da minha mediunidade para a pratica da caridade, como o Pai determinou, buscar meu desenvolvimento,pra que minha encarnação não seja em vão, para que nesta encarnação eu tenha oportunidade de usar minha mediunidade em prol do meu progresso e dos que necessitam...


Não sei escrever tão bonito, quanto gostaria, mas, escrevo com o coração...


Minha gratidão, a meus Orixás, meus Guias trabalhadores, os médiuns do Raios de luz!!! Sabe este grupo não é perfeito, quem o dirige, também não o é... ninguém deste plano é... mas , eu posso disser, eles são os melhores amigos, que alguém pode querer ter, seu amor pela Umbanda, pela caridade, e sei bem que por mim também é imenso, é emocionante...


Rogo ao Senhor Deus, a Senhora Deusa, aos Orixás, á toda a Hierarquia da luz, por todos eles, por minha Umbanda, e que eu possa sempre Senhor, merecer toda este carinho, todo este respeito, e a cada tempo que passar até o fim dos meus dias, me seja permitido ainda , e por muitas vezes mais ,me emocionar e agradecer !!!


Mais um ponto que ouço no fundo...


’ É hora de bater a cabeça a cabeça no conga, agora ,filhos de Umbanda vão se retirar... é hora com as bênçãos Divinas, até a volta de Aruanda...


Bate cabeça no conga, filhos de Umbanda, pedem a proteção da Mãe Jurema na Arunda, Mamãe Jurema e Oxalá vem abençoar seus filhos no conga,


 Acabou... logo todos, virão me ver... me sentindo abençoada, amada, e muito feliz, por ser Umbandista, desde o dia em que nasci!!


[important]Por: Myriam Cassariego - Dirigente do Grupo de Umbanda Esotérica Raios de luz!!
Fonte: Raios de Luz - Umbanda Esotérica[/important]