11 de fev de 2013

Vampiros energéticos: 8 tipos de obsediadores

mau olhado, inveja, energia negativa


As oito personalidades básicas dos "vampiros energéticos ou psíquicos"


1 - O coitadinho de mim ou Vítima: Os coitadinhos de mim nunca pensam que têm poder suficiente para enfrentar o mundo, passam o dia todo reclamando sobre seus problemas e desgraças, "O mundo inteiro está contra você, e há sempre alguém para culpar de seu infortúnio e tristeza ", pessimistas sempre atraem a atenção com preocupadas expressões faciais, suspiros, agitação, choro, olhares perdidos, respostas lentas e histórias repetidas de dramas pungentes e crises, deste modo atraem simpatia, levando a energia dos outros.. Eles gostam de ser o último da fila e se submeter a outros.


O pobre do mim inicialmente seduz com sua vulnerabilidade e sua necessidade de ajuda. No entanto, eles não se importam realmente em obter soluções, porque então eles perderiam sua fonte de energia.


Seu comportamento vai desde de convencer, defendendo, dando desculpas, explicar repetidamente, falando muito, para tentar resolver problemas que não são a sua preocupação. Deixam os outros considerá-los como objetos, para depois ficar ofendido por não valorizá-los e cada sugestão que você recebe de amigos, bem-intencionados, é descartada com vários argumentos, depois de perguntar "o que devo fazer?".


2 - O Intimidator: O intimidador força à todos a prestar atenção a eles a base de gritos, força física, ameaças e explosões, mantendo todos sob seu controle por medo de desencadear comentários irritantes, raiva e, em casos extremos, de terror. A energia vai para eles, porque as pessoas se sentem assustados e ansiosos. Valentões sempre ocupam o palco.


Basicamente comportamento egocêntrico pode variar de dar ordens para aqueles em torno dele, falando constantemente, ser inflexível, autoritário e sarcástico, até ser violento.


3 - O interrogador: Interrogadores minam a moral e sufocam a vontade para qualquer atividade e motivação. Eles são críticos hostis, à procura de maneiras de fazer os outros se sentirem mal. Quanto mais atenção prestar aos seus erros e fraquezas, você estará mais dependente deles e mais reagirá a tudo que você faz. Ao fazer esforços para provar a si mesmos e responder, estão enviando mais energia. É provável que tudo que você diz seja usado contra você em algum momento. Eles são extremamente vigilantes, o seu comportamento pode deixar de ser cínico, cético, sarcástico, irritante, perfeccionista, auto-justos, para serem violentamente manipuladora. Inicialmente atraído para os outros com sua inteligência, sua lógica infalível e do intelecto.


4 - Profissional Culpador: Eles estão sempre em atitude de ataque, sobrerreassiona e corre verdadeira cruzada em busca de culpados pelas situações que eles geram. Eles tendem a ser verbalmente agressivos e abusivos, e, em vez de se queixar como "bebê chorão" ataque aos seus entes queridos. O mundo não está contra eles, mas você é contra.


5 - O Rei do Drama: inicia cada frase com "Eu não sei o que aconteceu agora. Sua vida oscila termina sempre positivos ou negativos, navegando de crise em crise e alimentando o caos com o gerenciamento de suas vidas. Cada uma das suas experiências parece ser uma mistura de emoções intensas.


6 - O distante: As pessoas distantes estão presas em suas lutas interiores, medos e dúvidas não resolvidas. Inconscientemente, acredito que se você mostrar misteriosa e sobrenatural, outros virão em seu socorro. Muitas vezes solitária, fica longe por medo de que os outros possam impor sua vontade ou questionar as suas decisões. Eles pensam que eles têm de fazer isso sozinho, não procuram ajuda. Geralmente, consideram que o seu principal problema é a falta de alguma coisa (dinheiro, amigos, contatos sociais, educação).


Seu comportamento não mostra interesse, nunca está disponível, não coopera, a ser condescendente, de rejeitar, combater e ser evasivo, hábil em lidar com a indiferença como defesa.


Inicialmente atraído por sua personalidade misteriosa e inacessível.


7 - Locutor constante: Você tem amigos que levam duas horas para dizer que mudou o volante do carro, ou amigos que interromperam um evento familiar para narrar a conversa intensa que eles tinham com a manicure ou ela recitar o cronograma de atividades que eles têm para esse dia ? Para Orloff, essas pessoas estão ligadas apenas com o que acontece com elas, são incapazes de ouvir os outros e usar seus entes queridos como espectadores de seus monólogos eternas.


8 - O viciado em jugular: Eles são as pessoas comuns que, quando vocês estão contando um problema, eles interrompem o interlocutor dizendo que a sua situação é pior. Para qualquer evento, o que sentem ou já viveram é melhor ou maior. E se se trata de casais ou amigos próximos, normalmente são descobertos quando tentam atrapalhar as aspirações ou os planos de seus entes queridos: por exemplo, se alguém quer comprar uma casa, irão lembrá-lo que leva anos para se pagar um empréstimo, se eles querem viajar , limite que não funcionou nas últimas férias ou apenas deixam parecer que a pessoa não é capaz de executar seus desejos porque não tem atitudes. "


Quando você está com um desses tipos, deve proteger a sua energia e não cair em seu vampirismo, e se você se vê em qualquer uma dessas atitudes: "Acorde, observe a si mesmo e mude a sua atitude!"


Alimente-se da energia plena e pura vem da fonte e que está disponível para todos!


Uma dica "usar a sua intuição"


Que Oxalá nos abençoe sempre


Saravá .


Que a Divina Luz esteja entre nós


[important]Por: Emidio de Ogum - Fonte: Umbanda - Espada de Ogum[/important]