2 de dez de 2016

Você é médium! Precisa desenvolver…


Quantas e quantas vezes não se ouve essa afirmação nos centros espiritualistas e casas espíritas? O consulente absorvido em seus problemas procura auxílio nas casas espirituais para conseguir um direcionamento ou um conforto e ouve muitas vezes, das mais diversas classes espirituais, que possuí mediunidade e deve desenvolver.

1 de dez de 2016

Qual o seu destino?

Andei por muitos lugares, por muitas estradas de terra cheias de buracos, empoeiradas que com o calor do sol dificultava ainda mais o meu caminhar.

Há muito tempo não chovia e essas estradas eram de terra socada, com pedrinhas que machucavam bastante os meus pés, pois eu já não tinha mais sapatos, eles estavam sem a sola de tanto que eu caminhei.

A sede era imensa, a fome nem tanto pois o cansaço era maior e quando eu encontrava um tronco de uma árvore, eu parava e ali adormecia por horas, às vezes por dias.

30 de nov de 2016

O que são os falangeiros?


Falangeiros são espíritos que trabalham ou atuam sob a vibração dos Orixá, levando seu nome. Orixás na Umbanda não incorporam, embora sejam comuns suas manifestações em transes anímicos nos terreiros umbandistas, mesmo que nem todos os diretores de rito as reconheçam ou as aceitem,

29 de nov de 2016

O médium indisciplinado...

Médium que não aceita ou não quer se adaptar à disciplina do seu Templo, não está buscando espiritualidade e o intercâmbio sadio com o plano espiritual, mas sim preencher seus problemas carenciais e emocionais com a “religião” que satisfaça aos seus desejos e caprichos. Trata-se de mais uma máscara do ego, que só plantará mais o indivíduo na superficialidade e sentimentalismo vazio.

A verdade, que poucos compreendem ou querem compreender, é que quando você começa a frequentar um GENUÍNO Terreiro de Umbanda absolutamente nada muda em sua vida.

28 de nov de 2016

Orixá Obaluayê

Olhar Obaluayê é sentir e refletir sobre a palavra chave de sua vibração que será sempre a da transformação. Transformação necessária a evolução do ser humano. 

Transformar é mudar. Mudar valores, mudar pensamentos, mudar emoções para que, como consequência, haja a mudança de nossas emoções e a saúde do espírito e do físico que ocorre como transformação salutar do nosso ser caminhante. 

25 de nov de 2016

Umbanda: rituais, mitos e preconceitos dentro da própria rligião

Vamos tentar explicar um pouquinho os diferentes rituais.

COMECEMOS POR DEFINIR O QUE SEJA RITUAL:

Ritual, é uma forma particular de se cultuar o alto do Altíssimo e cada religião possui seu ritual próprio, que se distingue de todas as outras religiões e proporciona a seus fiéis uma